Seja Bem-Vindo a Inova Implantes

Atendimento : Seg. a Sex. - 8h às 20h, Sáb. - 8h às 12h
  Contato : (64) 3455-2744 | Plantão 24h (64) 9272-6169

Todos os Posts com a tag: limpeza dentária

escova de dentes

Quando trocar a sua escova de dentes?

É fundamental a higiene bucal no nosso dia a dia. Escova de dentes, fio dental e a visita ao dentista. Isso é algo que você, provavelmente, está “careca” de saber. Entretanto, apesar de todo o mundo saber, mais da metade dos brasileiros não visitam regularmente o dentista segundo o IBGE.

Em 2013 o IBGE divulgou que mais da metade dos brasileiros não trocam as escovas de dente regularmente.

escova de dentes

A escova de dente devem ser trocadas a cada 3 meses! Com o passar do tempo as cerdas da escova vão se desgastando, tornado menos eficiente na hora de limpar os restos de alimento nos dentes. É recomendável que após doenças como gripe ou infecções bucais seja realizado a troca da escova de dentes. As escovam podem abrigar  germes, fungos e até mesmo bactérias. Por isso as mesma devem ser lavadas com água corrente, retirar o excesso de água e guardada em um local seco e limpo.

escova de dentes (2)

Cuidados com a sua escova de dentes: 

  • Nada de deixar a escova ao relento no banheiro, guarde em um lugar limpo e na posição vertical;
  • Guarde sua escova  longe do vaso sanitário e lixeiras;
  • Lave as mãos antes de escovar os dentes;
  • Guarde sua escova individualmente;
  • Troque a sua escova de dentes após resfriado, gripe ou doenças;
  • Não seque sua escoa em toalhas, bata a escova para tirar o excesso de água. 

Cuide da sua escova de dentes, ela é a uma de suas “ferramentas” para garantir a sua higiene bucal! Só não vá esquecer de usar o fio dental e fazer aquela visita para o seu dentista a cada 6 meses.  :) 

Saiba mais
limpeza dentária

Prevenção: Limpeza dentária

Escovar os dentes e usar o fio dental é indispensável para saúde bucal. Isso é o básico para quem deseja evitar problemas como a cárie. Entretanto isso não é o bastante!   Visitar o dentista é algo que deveria estar entre a rotina e prioridades da população.  Mas, infelizmente, é negligenciado por muitos.  Em 2015 o IBGE divulgou que mais da metade (cerca de 55,6% ) da população brasileira com mais de 18 anos não visitam o dentista. A grande maioria acredita que a visita ao dentista deve ser feita apenas quando o dente começa a doer.

É como diz o famoso ditado: “Prevenir é melhor que remediar”. E quando se trata da sua saúde bucal não poderia ser diferente. Não só para sua saúde mas para o seu bolso e tempo. Entre as prevenções está a limpeza dentária.

A limpeza é feita pelo dentista, seja com instrumentos manuais ou por meio do aparelho de ultrassom odontológico, com o qual  é removido o tártaro ou placa bacteriana que se acumulam na borda da gengiva (supragengival) ou abaixo da borda gengival (subgengival).

MAS COMO SABER SE TENHO TÁRTARO OU PLACA BACTERIANA? 

Primeiro é importante diferenciar o que é tártaro e o que é placa bacteriana.

A placa bacteriana é uma das principias responsáveis pela cárie e gengivite. É uma película incolor que consiste em restos de alimentos e bactérias que se acumulam nos dentes. Pode ser facilmente removida com uma higiene bucal correta. Quando não removida, endurece na superfície do dente causando o tártaro. Uma vez nesse estágio se torna impossível  a remoção do mesmo com  escova de dentes e fio dental. O tártaro por sua vez pode apresentar uma coloração entre o marrom e amarelado nos dentes. O tártaro pode ser visto nos dentes quando acumulado nas bordas da gengiva.  Entretanto vale lembrar o tártaro também pode acumular abaixo da gengiva, conhecido como subgengival, tornando-o imperceptível nos dentes.

A placa e tártaro além da cárie causam mau hálito, retração gengival e levar a perda dos dentes.

Lembre-se:

  • Escovar os dentes e a língua diariamente depois de cada refeição. A escoação deve ter duração de 2 minutos no mínimo;
  • Usar o fio dental nos dentes antes ou depois da escovação;
  • Evitar alimentos com muito açúcar ou amido;
  • Visitar o dentista periodicamente. No mínimo a cada seis meses;

A limpeza dentária é uma uma prevenção para sua saúde, evitando doença bucais e periodontais. Maque sua avaliação e saiba como cuidar dos seu sorriso !

Saiba mais

Você sabe o que é tártaro? Conheça as causas e tratamentos

Você já ouviu falar de tártaro?  Ainda há quem acredite que problemas bucais se resumem em dor de dente causada pela cárie. O que muitos desconhecem é que a falta de higiene bucal tem como consequências doenças bucais além de uma cárie nos dentes. O habito de uma boa higiene bucal pode prevenir problemas sérios para a sua saúde, e entre elas o tártaro.

O tártaro ou cálculo dental é a placa bacteriana que somente pode ser removida pelo dentista uma vez que endurece na superfície dos dentes. O tártaro pode se apresentar de duas formas:

O tártaro supragengival  pode ser notado manchar e regiões escuras no dente nas bordas da gengiva. Faça o teste: Olhe seus dentes no espelho e veja se na região próxima a gengiva há coloração amarelado ou marrom com um aspecto poroso nos dentes.  Entretanto é importante dizer que o tártaro também pode se acumular abaixo da borda gengiva, nesse caso sendo conhecido como subgengival, tornando-se “invisível” sem diagnostico do seu dentista.

Além de comprometer a saúde bucal, afetando gengiva e os dentes, afeta também a estética dos dentes, podendo apresentar uma cor marrom ou amarela nos dente próximo a gengival e, consequentemente, compromete o sorriso do paciente.

 

imagem

O tártaro  pode causar gengivite, uma inflamação na gengiva que causa inchaço e sangramento. E, uma vez não tratado pode levar a perda dos dentes do paciente. O acumulo de tártaro é um dos fatores que influenciam o surgimento do mau hálito, causando desconforto e constrangimento.

Alguns paciente podem ser mais propensos  ao1 acumulo de tártaro, mesmo com a higiene bucal em dia. Sendo assim, a visita ao dentista deve ser feita a cada 4 meses para estar realizando uma limpeza profissional.

O tratamento é feito pelo dentista, onde é removido com o auxilio  instrumentos manuais para a raspagem do tártaro. Para evitar o surgimento do tártaro a higiene bucal deve ser uma prioridade. Abandonar o hábito de fumar,  escovar os dentes a cada refeição com duração no mínimo de 2 minutos, usar o fio dental e não deixar de visitar o dentista regularmente. Esses são passos simples que podem evitar não só o tártaro mas outras doenças periodontais como: placa bacteriana, gengivite, cáries,  mau hálito, sensibilidade nos dentes.

 

Saiba mais