Seja Bem-Vindo a Inova Implantes

Atendimento : Seg. a Sex. - 8h às 20h, Sáb. - 8h às 12h
  Contato : (64) 3455-2744 | Plantão 24h (64) 9272-6169

Todos os Posts com a tag: higiene bucal

dente quebrado

Você sente seus dentes fracos?

Não tem nada melhor que comer aquele churrasco no final de semana ou a aquela pipoca no cinema! Até que você sente que há algo errado…com os seus dentes?!

Perder um ou mais dentes é um pesadelo, as pessoas entram em desespero e correm para o dentista. Ainda mais quando a falta de um dente é visível.

Já pensou ir trabalhar faltando um dente?! Ou o seu dente quebrar em uma data importante como casamento, formatura ou até mesmo naquele encontro?

dentes

Desesperador, não é mesmo? Dentes fracos, sujeitos a quebrarem podem ter diversas causas: cárie, doenças periodontais, bruxismo, ou a falta de tratamento do canal…

A cárie é um dos principais “vilões”, uma vez que a cárie se encontre em um estágio avançado, atingindo a raiz, ocorre o enfraquecimento da polpa e do dente. Levando a quebra ou perda total do dente.

dor

Dentes não quebram do nada, isso é fato! A visita regular ao dentista, higiene bucal diária, uma alimentação saudável, evitar o hábito de abrir garrafas ou recipientes com o dente são de extrema importância para quem deseja todos os dentes no lugar e aquele sorriso bonito!

E você? Já foi ao dentista este ano ou vai esperar perder um dente para isso?

Cuide do seu sorriso!

Saiba mais
escova de dentes

Quando trocar a sua escova de dentes?

É fundamental a higiene bucal no nosso dia a dia. Escova de dentes, fio dental e a visita ao dentista. Isso é algo que você, provavelmente, está “careca” de saber. Entretanto, apesar de todo o mundo saber, mais da metade dos brasileiros não visitam regularmente o dentista segundo o IBGE.

Em 2013 o IBGE divulgou que mais da metade dos brasileiros não trocam as escovas de dente regularmente.

escova de dentes

A escova de dente devem ser trocadas a cada 3 meses! Com o passar do tempo as cerdas da escova vão se desgastando, tornado menos eficiente na hora de limpar os restos de alimento nos dentes. É recomendável que após doenças como gripe ou infecções bucais seja realizado a troca da escova de dentes. As escovam podem abrigar  germes, fungos e até mesmo bactérias. Por isso as mesma devem ser lavadas com água corrente, retirar o excesso de água e guardada em um local seco e limpo.

escova de dentes (2)

Cuidados com a sua escova de dentes: 

  • Nada de deixar a escova ao relento no banheiro, guarde em um lugar limpo e na posição vertical;
  • Guarde sua escova  longe do vaso sanitário e lixeiras;
  • Lave as mãos antes de escovar os dentes;
  • Guarde sua escova individualmente;
  • Troque a sua escova de dentes após resfriado, gripe ou doenças;
  • Não seque sua escoa em toalhas, bata a escova para tirar o excesso de água. 

Cuide da sua escova de dentes, ela é a uma de suas “ferramentas” para garantir a sua higiene bucal! Só não vá esquecer de usar o fio dental e fazer aquela visita para o seu dentista a cada 6 meses.  :) 

Saiba mais
Halitose

Mau Hálito: Causas e Prevenção

Também conhecido como halitose,  o mau hálito causa desconforto e constrangimento dos dois lados. De quem possui o mau hálito e das pessoas em sua volta.  Por exemplo,  você já passou por  uma situação na qual não sabia como dizer a um amigo  que ele tinha mau hálito? Ou até mesmo vice-versa? Onde alguém já disse “discretamente” que o seu hálito não estava lá muito agradável? Pois é!

Erroneamente, muitos associam a causa do mau hálito ao estômago, mas as causas podem estar ligada a uma má higiene bucal, fumo ou consumo de álcool, boca seca, problemas gastrointestinais, e até doenças de rim, fígado ou pulmão.  A visita ao médico ou dentistas é recomendável para ter diagnostico preciso e tratamento.

Na maioria dos caos o  mau hálito se inicia pela boca. É comprovado pela medicina de que 90 a 95% das causas desse problema são gerados na boca, sendo que, na maioria das vezes, a língua é a grande responsável pelo odor desagradável devido a uma má higiene bucal,  doenças periodontais e placa bacteriana na língua conhecido como saburra.  A saburra pode ser facilmente removida usando a própria escova de dente, sem creme dental. Com movimentos leves, basta escovar a língua com movimentos suaves “varrendo” a saburra da língua.

Além da saburra,  um dos fortes causador do mau hálito é o cáseos amigdalianos. São “massinhas viscosas” com odor desagradável  que se formam em pequenas cavidades existentes nas amígdalas . Podendo ser expelido durante a fala, tosse ou espirros.

Veja abaixo algum dos causadores do  mau hálito: 

  • Tabagismo 
  • Boca seca 
  • Infecções 
  • Má higiene bucal
  • Diabetes
  • Problemas gastrointestinais 

Prevenção :

O paciente deve passar por uma avaliação antes de mais nada para saber a real causa do mau hálito. Como vimos anteriormente, os problemas e causas são diversos, por isso é necessário o diagnostico completo em mão do seu dentista.

A prevenção é a higiene bucal: Uma escovação correta e o uso do fio dental e escovar a língua para remover a saburra e bactérias causadoras do mau halito. Além da visita regular ao dentista e a limpeza profissional nos dentes são soluções para combater o mau hálito.

Você sofre com o  mau hálito? Tem dúvidas? Entre em contato conosco, contamos com uma equipe de profissionais prontos para cuidar da sua saúde bucal.

Saiba mais

Você sabe o que é tártaro? Conheça as causas e tratamentos

Você já ouviu falar de tártaro?  Ainda há quem acredite que problemas bucais se resumem em dor de dente causada pela cárie. O que muitos desconhecem é que a falta de higiene bucal tem como consequências doenças bucais além de uma cárie nos dentes. O habito de uma boa higiene bucal pode prevenir problemas sérios para a sua saúde, e entre elas o tártaro.

O tártaro ou cálculo dental é a placa bacteriana que somente pode ser removida pelo dentista uma vez que endurece na superfície dos dentes. O tártaro pode se apresentar de duas formas:

O tártaro supragengival  pode ser notado manchar e regiões escuras no dente nas bordas da gengiva. Faça o teste: Olhe seus dentes no espelho e veja se na região próxima a gengiva há coloração amarelado ou marrom com um aspecto poroso nos dentes.  Entretanto é importante dizer que o tártaro também pode se acumular abaixo da borda gengiva, nesse caso sendo conhecido como subgengival, tornando-se “invisível” sem diagnostico do seu dentista.

Além de comprometer a saúde bucal, afetando gengiva e os dentes, afeta também a estética dos dentes, podendo apresentar uma cor marrom ou amarela nos dente próximo a gengival e, consequentemente, compromete o sorriso do paciente.

 

imagem

O tártaro  pode causar gengivite, uma inflamação na gengiva que causa inchaço e sangramento. E, uma vez não tratado pode levar a perda dos dentes do paciente. O acumulo de tártaro é um dos fatores que influenciam o surgimento do mau hálito, causando desconforto e constrangimento.

Alguns paciente podem ser mais propensos  ao1 acumulo de tártaro, mesmo com a higiene bucal em dia. Sendo assim, a visita ao dentista deve ser feita a cada 4 meses para estar realizando uma limpeza profissional.

O tratamento é feito pelo dentista, onde é removido com o auxilio  instrumentos manuais para a raspagem do tártaro. Para evitar o surgimento do tártaro a higiene bucal deve ser uma prioridade. Abandonar o hábito de fumar,  escovar os dentes a cada refeição com duração no mínimo de 2 minutos, usar o fio dental e não deixar de visitar o dentista regularmente. Esses são passos simples que podem evitar não só o tártaro mas outras doenças periodontais como: placa bacteriana, gengivite, cáries,  mau hálito, sensibilidade nos dentes.

 

Saiba mais
dentes_sensveis

Nove dicas para quem tem dentes sensíveis

Tem gente capaz de mover um automóvel apenas puxando uma corda com os dentes. Outras, em compensação, sentem dor ao tomar um simples café passado na hora ou provar um sorvete. São pessoas que têm dentes sensíveis e acabam convivendo com a dor e suas limitações por não saber que o problema é tratável.

“Os pacientes descrevem a dor como se fosse um choque. Alguns são sensíveis ao calor e ao frio. Os mais sensíveis sentem incômodo até mesmo quando escovam os dentes ou usam o fio dental”, diz o cirurgião dentista Marcelo Rezende.

Causas

Segundo ele, dentes quebrados ou trincados podem desencadear esse aumento de sensibilidade. “A principal causa está relacionada ao desgaste do esmalte dos dentes. Ao perder essa proteção, o calor, o frio e a acidez dos alimentos acabam entrando em contato com as células nervosas dos dentes e provocando dor”.

O tratamento geralmente tem início com a indicação de bochechos diários com flúor. Mas o especialista revela que esse tipo de abordagem pode demorar até apresentar resultados favoráveis. “O ideal é que, além de fazer uso de flúor para dessensibilizar os dentes, a pessoa se submeta a outros tratamentos, como aplicações de flúor em gel a cada seis meses para fortalecer o esmalte ou, ainda, nos casos mais severos, o uso de um selante especial para ‘blindar’ a raiz do dente”.

Veja agora nove dicas para quem tem dentes sensíveis

1) Utilize escovas com cerdas macias e pontas arredondadas;

2) A escovação deve seguir sempre um movimento circular e suave. Nunca horizontal e com muita pressão;

3) Evite cremes dentais clareadores e, se possível, prefira os desenvolvidos especificamente para controlar a sensibilidade dos dentes;

4) Fuja das soluções caseiras à base de bicarbonato de sódio;

5) Evite tratamentos clareadores sem indicação médica;

6) Consulte seu dentista sobre os benefícios da aplicação de flúor em gel, principalmente nas fases de dor aguda;

7) Evite sucos de frutas ácidas, como laranja, limão e abacaxi. A acidez pode agravar o problema da sensibilidade;

8) Passe a temperar a salada com azeite e sal, deixando o vinagre de lado por conta do seu alto teor de acidez;

9) Nunca deixe de escovar bem os dentes, pelo menos duas vezes ao dia, e visite seu dentista regularmente.

Fonte: Yahoo.com

Você sofre com sensibilidade nos dentes? Marque seu pré-agendamento conosco !

Saiba mais