Seja Bem-Vindo a Inova Implantes

Atendimento : Seg. a Sex. - 8h às 20h, Sáb. - 8h às 12h
  Contato : (64) 3455-2744 | Plantão 24h (64) 9272-6169

Inova 3

8 Dicas Que Podem Ajudar A Se Livrar Do Mau Hálito.

mau hálito, conhecido também como halitose, atinge aproximadamente 30% da população brasileira, ou seja, três em cada dez pessoas sofrem com esse desagradável problema. Além do desconforto e diversos constrangimentos, algumas pessoas que tem mau hálito sofrem com a fadiga olfatória, portanto não sentem o próprio odor. E na maioria das vezes, quem percebe, por mais que tenha intimidade, não tem coragem de falar.

Proveniente de diversas causas, o mau hálito é uma forma de manifestação do organismo quando algo não está bem. Por isso é fundamental tratar o mais rápido possível, para evitar problemas graves no futuro, principalmente psicológicos e sociais. Melhor ainda é ter hábitos que evitem a halitose, pois praticamente 90% das causas tem origem na boca, que devido à falta de higiene, acumula placas bacterianas, saburra lingual, cáries, gengivites, entre outros.

O mau hálito é o odor desagradável liberado pela boca ou pela respiração, mas não é uma doença, apenas um sinal de que algo no corpo está em desequilíbrio.

Para não passar por situações desagradáveis, e precisar conviver com o mau hálito, a melhor opção é se prevenir através de hábitos corretos, que de certa forma, também são um tipo de tratamento.

Confira a seguir 8 dicas que podem ajudar a se livrar do mau hálito de uma vez por todas:

Beba água.

Além de vários outros benefícios, a água ajuda a evitar o mau hálito já que, em muitos casos, este é causado pela boca estar seca ou com pouca saliva. É por isso, inclusive, que o hálito não costuma estar assim tão “fresco” quando acordamos.

Escove os dentes.

Não se esqueça de escovar os dentes sempre após as refeições e, também, antes de dormir (já que é no período da noite que as bactérias têm mais tempo para agir).

Não pule o fio dental.

O gosto ruim na boca pode vir, muitas vezes, da sujeira acumulada entre os dentes ou do próprio tártaro. Passe fio dental ao menos uma vez ao dia (ou mais, dependendo do que o seu dentista recomendar).

Escove a língua.

Escovou os dentes e passou fio dental? Calma – a higiene bucal não está completa ainda. Para fechar bem, você deve também gentilmente escovar a língua (pode ser com a escova e pasta de dentes mesmo), para retirar acúmulos de comida que ficam na superfície dela e retirar uma camada de bactérias que pode se concentrar nela.

Cuide da alimentação.

Dietas radicais que cortam carboidratos totalmente tendem a causar mau hálito – reconsidere e tente ao menos comer uma fatiazinha de pão ao dia. Além disso, há certos alimentos como maçã, cenouras e pepino que, quando comidos crus, “raspam” os dentes e funcionam como ajudantes do fio dental.

A boca não é a única suspeita.

Em alguns casos, o problema pode ser mais embaixo, literalmente. O esôfago ou estômago podem ser a causa, em especial em casos de refluxo ou gastrite. Na dúvida, comece o diagnóstico num dentista, mas não descarte uma ida a um clínico geral ou gastroenterologista se as coisas não estiverem melhorando.

Evite café.

O café pode criar uma espécie de “cobertura” na sua língua, o que evita a oxigenação e ajuda na proliferação de bactérias (as maiores culpadas pelo mau hálito). Que tal trocar por chá?

Masque chiclete (sem açúcar).

A ajuda não vem (só) do sabor artificial do chiclete, mas sim do aumento de produção de saliva. Como a boca seca é uma das principais causas do mau hálito, mantê-la úmida ajuda a reduzi-lo na maioria dos casos.

Para maiores informações deixe seu e-mail e mandaremos um e-book. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *